quinta-feira, 30 de abril de 2009

Questões da Prova Brasil


Olá
O link da Prova Brasil é
Procurar o link professores e diretores
Obrigada pelo contato
Me envie seu email!

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Gestar II Cabo Frio

http://gestar2cabofrio.blogspot.com/
Esse é o endereço do blog do GESTAR II Cabo Frio .
Sou coordenadora desse curso ,que é realizado uma vez por semana no Município de Cabo Frio em parceria com o MEC. O curso abrange as áreas de Matemática e Língua Portuguesa. No meu blog tem o link do MEC.

Um abraço e bom curso!

sexta-feira, 17 de abril de 2009



Reportagem muito interessante ! Comprove !


Quem vai ensinar - e o quê - aos alunos do século XXI?
Veja a reportagem completa na
Revista Veja -Caio Barretto Briso, Kleyson Barbosa, Luís Guilherme Barrucho e Sofia Krause 16.4.2009 16h55

Uma sala de aula com carteiras enfileiradas diante de um quadro negro. Os alunos, calados, prestam atenção no professor. Memorize esta cena: ela está com os dias contados. A entrada das novas tecnologias digitais na sala de aula criou um paradigma na educação: como tais ferramentas, que os alunos, não raro, já dominam, podem ser aproveitadas por professores que, frequentemente, mal as conhecem? As escolas têm, pela frente, um desafio e uma oportunidade. O desafio: formular um projeto pedagógico que contemple as inovações tecnológicas e promova a interatividade dos alunos. A oportunidade: deixar para trás um modelo de ensino que se tornou obsoleto no século XXI.
O novo aluno é o responsável por esta mudança. Por ter nascido em um mundo transformado pelas novas tecnologias, ele exige um professor e uma escola que dialoguem com ele, e não apenas depositem informações em sua cabeça. E mais: ele quer ser surpreendido. Tarefa difícil, pois o jovem estudante de hoje encontrou, na internet, uma fonte de informações nunca antes existente. Livros, almanaques e enciclopédias eram as principais ferramentas de pesquisa até o início da década de 90, quando os computadores começaram a chegar às residências do país. Agora, com um clique, ele pode acessar todas as enciclopédias do mundo. O que muda com isso é, em primeiro lugar, o papel do professor."É um momento difícil para o educador, pois o modelo de ensino que ele aprendeu era baseado no poder que ele representava na sala de aula, típico de uma sociedade mais passiva que a de hoje", diz Andrea Ramal, doutora em Educação pela PUC-Rio e diretora executiva da Instructional Design Projetos Educacionais. Mas o novo aluno, segunda Andrea, é diferente: "Ele quer participar, quer fazer suas próprias escolhas. Os professores têm que se reinventar". Para ela, o professor não pode mais ser uma figura autoritária: ele precisa ser capaz de aprender com os educandos e de admitir que não tem todas as respostas.As palavras de Andrea encontram eco fora do Brasil. O americano Marc Prensky, um dos principais consultores educacionais dos Estados Unidos e designer de jogos educativos, afirma ser necessária uma nova relação entre professor e aluno, baseada em uma parceria: "O estudante faz aquilo que tem de melhor (como buscar informações e usar as tecnologias para criar algo novo), e o professor, por sua vez, também faz o seu melhor, que é orientar reflexões, avaliar o comprometimento dos alunos e criar um contexto favorável". Por "contexto favorável" entenda-se uma nova pedagogia: algo como deixar que os alunos aprendam por seus próprios caminhos, mas com a orientação do professor.Se o papel do educador está em transformação, as escolas também vivem um período de transição. Elas precisam se adequar não só ao novo aluno, mas também à nova formação de seu corpo docente. "A internet tornou o aluno mais livre. Ele pode aprender em qualquer lugar, a qualquer hora. A escola já sabe disso, mas ainda é muito tradicional, pois resiste à mudança inevitável", acredita o espanhol José Manuel Moran, professor da Escola de Comunicação e Artes da USP. Mas para mudar não basta trocar o quadro negro pela lousa digital: é preciso ir além e inovar na forma de ensino, pois, como acredita Moran, a internet e as novas tecnologias são um ponto de partida. Nunca de chegada. O novo aluno: domínio tecnológico desafia a pedagogiaImersos num universo rico em equipamentos e ferramentas como Google, iPod, MSN, celular, YouTube, Orkut, Facebook, estudantes reinventam a forma de se informar e gerar conhecimento. Hoje, crianças e jovens têm amigos, em todas as partes do mundo, que encontram a qualquer hora do dia ou da noite na tela do computador. Eles conversam com colegas da classe ao lado por meio de SMS, conhecem pessoas e estudam em comunidades virtuais. Por parecer incrível para os mais velhos, mas não é rara a criança que navega na internet com destreza antes mesmo de saber ler ou escrever. Esse novo mundo permite exemplos que desafiam a pedagogia atual. É o caso das irmãs Alice Godinho, de 5 anos, e sua irmã Isadora, de 7. Juntas, elas formam uma espécie de cooperação digital. Este ano, Alice pediu um notebook de aniversário. "Escolheu um rosa, porque é a cor preferida dela", conta Carla, mãe das meninas. Alice, que cursa a primeira série em um colégio particular de São Paulo, ainda não está totalmente alfabetizada. "Isso não impede que ela navegue no YouTube, ou entre em sites do colégio para fazer tarefas", garante Carla, que revela um detalhe curioso: "Já percebi que toda vez que a Isadora pede o notebook emprestado, Alice concorda. Mas ela sempre senta ao lado da irmã, porque já entendeu que observando ela aprende".A discussão sobre o "bem e o mal" em passar horas na frente de um computador não existe para esse novo estudante. A maioria já concilia vida virtual e real com equilíbrio. Vitor Marellitut, de 14 anos, garante que não deixa de sair ou ver os amigos pessoalmente em troca do MSN, ou sites de relacionamento. Admite que fica pelo menos quatro horas sentado em frente ao computador todos os dias, mas garante que sabe discernir entre tempo de diversão e aprendizado. "Minha mãe não reclama. Ela sabe que eu jogo, mas também faço pesquisas e estudo", explica.
Crescimento exponencial do uso da Internet
Resposta estimulada e múltipla
Perfil: Jovens de 12 a 30 anos, classes ABC.
Margem de erro 2%
2005
Orkut - 14%Compras
comparação de preço - 14%
Mensagens instantâneas - 43%
Download de músicas - 50%
Ouvir músicas - 69%
Blogs pessoais - 12%
Fonte: dossiê universo jovem MTV 2008
2008
Orkut - 83%
Compras comparação de preço - 40%
Mensagens instantâneas - 81%
Download de músicas - 69%
Ouvir músicas - 73%
Blogs pessoais - 21%

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Poesia e Matemática

Os Números Reais

São números vezes números
Números mais números
Números menos números
Números divididos por números

São contas, expressões
Somas, subtrações
Divisões , multiplicações
Números que resultam em outros números

Existem números que não acabam mais
Por exemplo : os irracionais
Existem números que são pequenos
Por exemplo: alguns decimais

Mas enfim, são números e números
Números que não acabam mais
Como sempre quase todos vão ser
Os números Reais




I.S.R Cabo Frio
Aluno : Álvaro Sebastian
7ª série
22/05/07

sexta-feira, 10 de abril de 2009

Poesia feita por alunos

Reciclar a alma

Uma vez escrevemos
Outra vez... Morremos...
No papel registramos vidas e mortes
Assassinatos e milagres!!!
Quanta gente já comeu papel por fome?
Muita!
No papel escrevo coisas intensas
Coisas que ficarão guardadas por anos eternos...
Será?
Ter ou morrer? Eis a questão!!!
Ter papel, escrever ao mundo tudo como fazer um mundo melhor, como ajudar?
Morrer por poluição... Triste, não?
Será mais triste ainda se morrermos por nós mesmos e não pelos outros!!!

Projeto Interdisciplinar : Reciclando atitudes

Lara, Lisa, Lucas 8º ano
Instituto Francisco Lobo / 2005

Bethematica

quinta-feira, 9 de abril de 2009

YouTube - tetra pak

Vídeos sobre reciclagem
Tube - tetra pak

Projeto Interdisciplinar




Projeto : Reciclando atitudes

Atividade interdisciplinar

Baseado na publicação “ Embalagem e o meio ambiente “ – Tetra Pak-1998 , propomos um Projeto interdisciplinar, desenvolvendo em toda sociedade escolar uma consciência ecológica e social .

Vemos todos os dias e a toda hora o estímulo para consumir . Nem sempre o que nos é possível, é necessário. Os Estados Unidos, onde a sociedade consumista mais se desenvolveu ( com uma população equivalente a 6% da população mundial), consomem 25 % do petróleo mundial produzido anualmente. Isso quer dizer que se 24% da população do Planeta tivessem o padrão do consumo norte-americano, toda a produção de petróleo anualmente produzida estaria comprometida e 76% da população mundial estariam privados de usar esse recurso, que , como sabemos, não é renovável. Assim, ter consciência ecológica é também ter consciência social, logo, devemos começar reciclando atitudes.



O lixo é um dos maiores problemas ambientais da atualidade . Para a preservação do meio ambiente o tratamento do lixo deve ser considerado como uma questão de toda sociedade e não um problema individual. O artigo 225 da Constituição da Republica Federativa do Brasil de 1998, estabelece que: “ Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defende-lo e preserva-lo para presentes e futuras gerações .” O grande desafio da atualidade é promover o desenvolvimento sustentável. Por esse desenvolvimento sustentável podemos entender o desenvolvimento capaz de satisfazer as necessidades presentes, mas sem comprometer as necessidades futuras .


Lixão, diga não





Grande parte das cidades brasileiras lançam seu lixo diretamente sobre o solo sem tratamento, nos chamados lixões . Refletindo :
· Quais as conseqüências desse lixão ?
· Qual o encaminhamento do lixo produzido na sua casa ?
· Pesquise nas cidades de nossa região o encaminhamento dado ao lixo
· Pesquise a quantidade de lixo produzida diariamente em sua cidade e faça uma estimativa por pessoa

Coleta seletiva e reciclagem

Matéria-prima -METAIS – são extraídos na forma de minérios
Reciclável- Lata de aço(lata de óleo, salsicha,...),lata de alumínio (refrigerante) outras sucatas de construção civil
Não-reciclável-Clips e grampos,esponjas de aço,canos, pilhas

Matéria-prima-VIDROS- fabricados à partir da areia, de onde é retirada a sílica (adiciona barrilha e calcário)
Reciclável - recipientes em geral, garrafas , copos
Não-reciclável-Espelhos,vidros planos, lâmpadas, tubos de TV, cerâmica, porcelana

Matéria-prima-PLÁSTICOS: são produzidos a partir do petróleo
Reciclável-Embalagens de refrigerantes , margarina e material de limpeza, copo de café e água, canos e tubos, sacos plásticos em geral
Não-reciclável -Cabo de panela, tomadas

Matéria-prima-PAPEL : é feito a partir de fibras de celulose
Reciclável- Caixinhas de Longa Vida, jornais e revistas, folhas de caderno, papéis em geral
Não-reciclável- Papel carbono, etiqueta adesiva,fita crepe, guardanapos,fotos,tocos de cigarro, papéis sujos, papéis sanitários, papéis metalizados


Matematicando

Gastando menos ...

METAL- Com a reciclagem do aço economiza-se ¾ da energia usada para fabricar o aço a partir do minério de ferro. A reciclagem do alumínio é ainda mais vantajosa, pois gasta-se muita energia para produzir alumínio a partir da bauxita.
Compare :
Cada tonelada de alumínio reciclado economiza a extração de 5 toneladas de bauxita

VIDRO – A reciclagem permite, também, economizar energia, pois para a fabricação do vidro a partir de cacos é necessário que o forno da vidraria atinja a temperatura média de 1300°C, enquanto que utilizando-se apenas matérias-primas virgens a temperatura deve chegar a 1500°C

PLÁSTICO- Menos poluição. As embalagens plásticas podem ser enviadas para a reciclagem térmica, que consiste na incineração do material com recuperação de energia. Em paises frios usa-se calor produzido pelo incinerador para gerar eletricidade ou aquecer as casas. A queima do plástico , quando realizada em incineradores adequados, produz menos fumaça e poluição atmosférica que a queima do carvão e óleo combustível .

PAPEL – Menos água . A reciclagem do papel não exige processos químicos para obtenção da pasta de celulose, diminuindo com isso a poluição do ar e rios. Reduz a necessidade do corte de árvores, há uma grande economia de água e gasta-se metade da energia usada para fabricar o papel a partir da madeira


Pesquisa :

a) Escolha 10 palavras desconhecidas no texto e procure o significado de cada uma delas.
b) Matematicamente, quais as vantagens de reciclar :
· o alumínio ?
· o vidro?
· O plástico ?
· O papel ?

Meio Ambiente e embalagens cartonadas

Em 1950 o Dr Ruben Rausing, fundador da Tetre Pak, afirmou : “ Uma embalagem deve gerar mais economia do que ela custa “. Isto significa produzir embalagens que protejam os alimentos, mas que não destruam os recursos naturais e não gastem muita energia na sua fabricação, estocagem e transporte. Assim surgiram aas embalagens cartonadas ou caixinhas Longa Vida que reúnem, em uma única embalagem vários materiais: o papel, ao alumínio e o plástico.

· Quais as vantagens desse tipo de embalagem ?

O material para a formação das caixinhas é transportado para a indústria de alimentos na forma de bobinas, ocupando pouco espaço nos caminhões.

Curiosidade : Você sabia que o material transportado em um único caminhão é suficiente para embalar 500.000 litros do leite Longa
Vida ?


Para a reciclagem, as caixinhas de leite Longa Vida devem ser lavadas, amassadas e entregues nos coletores de papel. Analise os principais processos de reciclagem das embalagens cartonadas

incineração
O calor produzido gera energia ( Europa e Japão)

prensagem
Produz chapas semelhantes à madeira compensada
(úteis na construção civil, produção de moveis e divisórias )

Reciclagem
Reaproveitadas para a produção de papel toalha,papel jornal,papelão ondulado, embalagens, solados de sapatos


Educação Ambiental e Cidadania

É necessário que toda a sociedade colabore e participe da construção de uma mudança de mentalidade e conseqüentemente de hábitos em relação à problemática do lixo.. A grande importância da Educação Ambiental é contribuir para a formação de cidadãos: conscientes do seu papel na preservação do meio ambiente e aptos para tomar decisões sobre questões ambientais necessários para o desenvolvimento de uma sociedade sustentável. O município é responsável pela coleta, transporte, tratamento e disposição do lixo, ao Estado cabe a fiscalização Ambiental e a União define as normas gerais .

Segundo o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente ( PNUMA ) uma sociedade sustentável deve estar em harmonia com os seguintes princípios:

· Respeitar e cuidar da comunidade dos seres vivos
· Melhorar a qualidade da vida humana
· Conservar a vitalidade e a diversidade do Planeta Terra
· Minimizar o esgotamento de recursos não-renováveis
· Permanecer nos limites da capacidade de suporte do Planeta Terra
· Modificar atitudes e práticas pessoais
· Permitir que as comunidades cuidem do seu próprio ambiente
· Gerar uma estrutura nacional para a integração de desenvolvimento e conservação

Com projetos interdisciplinares, mostramos a importância da matemática na sociedade.

Bom trabalho !

Bethematica

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Geoplano Circular



Geoplano: Um recurso simples e encantador

A nova exigência da sociedade tem contribuído para que o estudo da Matemática tome novos rumos em direção a uma aprendizagem significativa prazerosa, tornando os alunos mais autônomos, capazes de refletir e chegar as suas próprias conclusões. Contudo, percebemos uma prática que ainda prioriza a passividade do aluno.


O Geoplano Circular é um recurso muito útil para desenvolver a argumentação , a investigação e a demonstração em Matemática.
Convém ressaltar que a aprendizagem não decorre unicamente do uso do material concreto, mas sim das relações que são estabelecidas entre o significativo das atividades e o conceito que se desenvolve a partir dos objetivos propostos. Existe uma variedade de conteúdos matemáticos que podem ser trabalhados com o auxilio desse recurso, dentre eles temos polígonos, frações, Teorema de Pitágoras, trigonometria, ângulos e simetria.

Objetivo da atividade

Ampliar formas de raciocínio e processos mentais de indução, dedução, analogia e estimativa, utilizando conceitos e procedimentos matemáticos.

CIEP 146 SPA
Imagens autorizadas
LINOQUINST, Mary e Shulte, Albert P. – Aprendendo e Ensinado Geometria.
São Paulo – Editora Abril 1994.

KNUNIK, Gelsa, Bassa, Marcus Vinicius, Kilsema, Rcuita. – Aprendendo e Ensina Ensinando Matemática com o Geoplano.
Rio Grande do Sul – Unijui Editora 1996

CHACÓN, Inês Maria Gómez – Matemática Emocional.
Porto Alegre – Editora Artmed 2003

Construindo conceitos de Geometria




Atividade diagnóstica


Objetivo: investigar o conhecimento de conceitos sobre figuras geométricas planas bem como suas propriedades, para uma posterior intervenção.

Atividade aplicada no Ensino Médio - Noturno

Um abraço

Em breve continuaremos com essa proposta.

CIEP 146 SPA

Bethematica

Imagens autorizadas

O jogo no processo ensino-aprendizagem


O lúdico na Aprendizagem


O índice de evasão escolar é explicado por Castro ( 1992) como uma falta de capacidade da escola de constituir um universo escolar socializado, participativo e interativo, pelo contrário o modelo escolar é seletivo e fragmentário nas atividades educativas.
Buscando mudar esse modelo escolar , procuro usar o lúdico como ponte no processo ensino-aprendizagem da Matemática.
O jogo facilita no processo de socialização,comunicação, expressão e construção do pensamento.
Em qualquer idade o jogo faz o maior sucesso.

Não tenha receio . Brinque com seus alunos!!!!


Aula realizada no CIEP 146 São Pedro da Aldeia RJ 1º ano Ensino Médio
Um abraço
Bethemática

Mauro e seu aprendizado